Processador de código aberto

Existem no mercado diversos dispositivos como Raspberry, Arduino, Udoo entre outras placas, que utilizam microcontroladores onde o usuário pode desenvolver diversas aplicações. Contudo, essas placas não oferecem ao desenvolvedor a possibilidade de manipular o código do microcontrolador, dificultando assim a sua implementação em sistemas muito específicos.

Desenvolvido pelo Instituto ETH da Suíça, o Pulpino é um microprocessador de código livre, que utiliza a arquitetura RISC-V de 32-bits, a qual permite ao desenvolvedor manipular o código fonte do microprocessador para adéqua-lo as suas necessidades, tornando-o muito mais flexível para aplicações específicas.

Para comunicação com outros dispositivos, ele possui suporte para comunicação I2S, I2C, SPI e UART, e conta com suporte para interação com sistemas operacionais como o FreeRTOS.

 

Para mais informações acesse: Inovação Tecnológica, pulp-plataform.org

Processador de código aberto

Aluno do 4° ano de Engenharia da Computação da Universidade Positivo, estagiário no Núcleo de Computação Embarcada. Sócio fundador da empresa LEV3D.

Classificado como:                                    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *