Os carros autônomos do Google estão para enfrentar seu teste mais difícil

flagship-5
Um dos carros do Google auto condução em Mountain View, Califórnia.

Google está adicionando uma quarta cidade para seus carros totalmente autônomos, em uma expansão de seu desenvolvimento contínuo. A última localização para testes é Phoenix, Arizona, que é significativamente mais árida do que qualquer cidade anteriormente usada como um campo de provas.

Segundo o site Reuters, Jennifer Haroon, diretora de operações do projeto de carros autônomos do Google, observou que as condições do deserto vão aprofundar a compreensão da empresa de “como nossos sensores e carros vão lidar com temperaturas extremas e poeira no ar.”  Versões modificadas do Lexus SUVs já começaram a mapear a área de Phoenix, realizando verificações das ruas e rotas, marcadores de pista, sinais de trânsito e condições de frenagem.

A mudança para Phoenix é a segunda área nova para o Google neste ano. Em fevereiro, ele começou a testar em Kirkland, Washington, que é significativamente mais úmido do que locais anteriores. Esses locais anteriores foram na Califórnia e no Texas, embora, de modo que não é dizer muito – Kirkland é ainda mais seco do que a média dos Estados Unidos para polegadas de chuva por ano.

Notícia traduzida do site Endgaget.

Os carros autônomos do Google estão para enfrentar seu teste mais difícil

Aluno do 5º ano do curso de Engenharia da Computação da Universidade Positivo e estagiário do Núcleo de Computação Embarcada.

Classificado como:                            

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *