União Européia aprova novas regras para proteção de dados

O Parlamento Europeu aprovou novas leis para regulamentar a proteção de dados para empresas com sede em território europeu nesta semana. Após quatro anos da primeira proposta, todo a regulamentação sofreu uma grande atualização, se comparada as leis anteriores criadas em 1995, onde não havia a a circulação de tantos dados. Segundo o Parlamento, esta regularização visa também facilitar para as empresas, que devem então se submeter a apenas um regulamento, de forma contraria a presença de 26 regulamentos distintos existentes anteriormente.

europeanparliament_WEB
Parlamento Europeu

Como resultado, as empreses localizadas em solo europeu devem explicitar de foma clara a todos os usuários que seus dados estão sendo armazenados, facilitando também a opção para desativar a captura dos mesmos ou até exclui-los. Além disso qualquer empresa que armazene uma grande quantidade de dados pessoais será obrigada a ter um escritório especifico para cuidar da proteção dos mesmos.

Caso alguma das novas leis seja quebrada, a empresa será multada em até 4% de todo o seu patrimônio, o que para empresas grandes e de multiplataforma, como a Google, é algo muito significante. Com um prazo de 2 anos para entrar em vigor, as novas leis serão muito benéficas para os usuários, que irão aproveitar o maior controle sobre onde e como seus dados serão utilizados, além de obter maior facilidade caso necessite remover todos os dados armazenados.

 

Para maiores informações acesse: Engadget

 

União Européia aprova novas regras para proteção de dados

Aluno do 2º ano de Engenharia da Computação e estagiário no Núcleo de Computação Embarcada da Universidade Positivo (NCE).

Classificado como:            

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *