Aprendendo programação jogando

 

Programação sempre foi uma das “disciplinas” (sim, entre aspas pois deixei de ser apenas uma disciplina para uma aplicação de vida) que traz à tona a identidade da profissão do Engenheiro da Computação, Cientista da Computação, Analista ou Técnico, mais que isso, a programação é hoje incentivada, em diversas nações do mundo, como uma ferramenta de ensino de lógica para alunos de ensino fundamental e infantil. Veja abaixo um exemplo disso em um vídeo do TED no qual a professora Linda Liukas dá uma lição de como a programação pode incentivar crianças a pensarem e sonharem sobre seus futuros.

Ao mesmo tempo, o ensino de programação avançada pode ser um desafio, afinal, para pensar como um computador você precisa ser treinado, precisa mudar sua forma de raciocínio

A internet disponibiliza um ambiente propício para o aprendizado de programação, principalmente pelo fato de que a apresentação dos mesmo conteúdos de maneira gamificada torna tudo muito mais interessante e divertido.

Existem diversas fontes de conteúdo sobre programação na internet. Um dos grande exemplos, utilizados em larga escala, são os fóruns de discussão ou blogs, onde os assuntos são tratados de maneira pontual, e muitas vezes com o auxílio de vídeo-aulas, como é o caso do Blog Linguagem C Descomplicada. Este Blog apresenta mais de 200 vídeo aulas sobre Estrutura de Dados e Linguagem C, explicando desde a utilização do compilador até manipulação de memória, ponteiros e estruturas complexas.

Algumas plataformas realizam uma abordagem mais focada na interação com o usuário, propondo quebra-cabeças que devem ser solucionados através do controle de personagens de jogos. A plataforma CodeCombat é um grade exemplo de gamificação no ensino de Programaçõ. O programador deve guiar um herói em aventuras de diversos níveis em um jogo de RPG cujo objetivo não é apenas ganhar, mas ganhar aprendendo. O primeiro nível é a Masmorra de Kithgard, que cobre conceitos básicos de programação. Cada missão é recompensada com pontos de experiência (XP) que podem ser usados para melhorar o herói. Ainda, CodeCombat possui suporte a 5 linguagens de programação: Python, JavaScript, CoffeScript, Clojure e Lua.

codecombat
Introdução ao CodeCombat
Codecombat2
Proteja os aldeões no CodeCombat

Outra plataforma é o Code Hunt, que apresenta uma interface simples para programação em Java e C#. O objetivo é reparar o código apresentado para que retorne o resultado esperado. São 14 níveis que apresentam conceitos aritméticos, condição e laços.

codehunt
Nível introdutório do Code Hunt

Existem diferentes plataformas que se utilizam da metodologia de Gameficação para o ensino da Programação, como o Screeps, Fight Code, Code.org, Turtle Academy e Robo Code. Entretanto, a melhor plataforma dessa categoria (minha opinião) é o CodinGame. Muito semelhante ao CodeCombate, o CodinGame apresenta diferentes desafios e tipos de jogos a cada problema proposto. A plataforma oferece mais de 20 linguagens de programação, dentre elas C, C++, Python, Java, Ruby e PHP. A dificuldade varia de acordo com cada desafio, tanto em lógica quanto em estrutura de dados. É uma ótima ferramenta para todos os níveis de programadores, dos iniciantes, que querem exercitar o seu conhecimento, até os programadores mais experientes, que às vezes acabam entrando em uma rotina de codificação na qual não praticam o seu conhecimento e ficam “enferrujados”.

prog1
Para pousar, destrua as montanhas antes que a nave colida com elas
prog2
Ajude Thor a alcançar o raio do poder

As plataformas web não são as únicas que possuem ferramentas de aprendizado à programação. Para os amantes de aplicativos Mobile, várias são as alternativas para ajudar programadores iniciantes, focados em tutoriais e cursos. Produzidos pela SoloLearn, os aplicativos vem com um grande um potencial para ensinar a programar em diferentes linguagens, como C++, Java, Python, HTML, JavaScript, SQL e CSS. Outros aplicativos que também estão em alta são: Udacity – Learn Programming, Learn Programming, Pocket Code, Programming Hub e C Programming (este em maior destaque, já que é específico para a nossa boa e velha (mas muito importante) Linguagem C).

Assim, não há motivos para não se divertir programando ou.. programar de forma divertida.

Aprendendo programação jogando

Bacharel em Engenharia da Computação pela Universidade Positivo (2011), mestre em Controle de Sistemas pela Universidade Federal do Paraná (2014). Tem experiência nas áreas de desenvolvimento de aplicações em C/C++, C#, Java e Flex, utilizando tecnologias como Eclipse e Android SDK, Adobe Flash Professional, Visual Studio C# e WPF. Atuação recente no desenvolvimento de um veículo aéreo não tripulado, desenvolvendo o software embarcado para o controle da aeronave, realizando filtragem e fusão de sensores inerciais e acionamento de motores e atualmente participando no desenvolvimento de ferramentas para um sistema linux embarcado.

Classificado como:                    

2 opiniões sobre “Aprendendo programação jogando

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *