Nova composição para baterias líquidas podem torná-las mais acessíveis

As baterias líquidas, também conhecidas por baterias de sal derretido, são compostas literalmente por sal derretido, este fazendo o papel da ponte salina presente em todos os tipos de baterias. Em consequência, os eletrodos metálicos também são derretidos.

Tal fato implica em baterias que armazenam grande quantidade de energia, apresentam uma alta corrente de saída e baixo tempo de recarga. Entretanto, como podemos imaginar, a temperatura de operação é alta, em torno de 900 ºC, o que as impossibilita de ter um uso cotidiano, em suma são utilizados em armamentos militares, como mísseis.

Desenvolvida por professores e alunos do MIT, uma nova composição é capaz de operar em temperaturas mais baixas sem perder o rendimento, aproximadamente 300 ºC. Claramente continuam a serem inviáveis para dispositivos portáteis, como notebooks e celulares, mas podem ser utilizadas para alimentar residencias, substituindo as atuais baterias de lítio, uma vez que apresentam tal capacidade.

ambri1_561_423
Funcionamento de uma bateria líquida

 A nova composição substitui o cálcio puro por uma liga composta por magnésio e cálcio. O grande facilitador é que o magnésio e cálcio estão presentes em grandes quantidades na natureza, além de serem encontrados juntos nas minas de menor pureza, o que reduz os custos de produção da liga.

Possuindo uma grande capacidade de armazenamento, recarga relativamente rápida, e baixa manutenção, tal modificação pode tornar a aplicação das baterias líquidas mais cotidiana, barateando seus custos e removendo do restrito uso militar.

 

Para maiores informações acesse: All About Circuits

 

Nova composição para baterias líquidas podem torná-las mais acessíveis

Aluno do 2º ano de Engenharia da Computação e estagiário no Núcleo de Computação Embarcada da Universidade Positivo (NCE).

Classificado como:        

2 opiniões sobre “Nova composição para baterias líquidas podem torná-las mais acessíveis

  • 20 de fevereiro de 2017 em 00:06
    Permalink

    A capacidade das baterias está aumentando, porém não está tão avançada, já que cada vez mais os aparelhos consomem mais energia…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *