Gerenciamento de Projetos – Introdução

Basicamente, este é o 1° vídeo de uma série sobre gerenciamento de projetos que iremos realizar. Antes de mais nada, toda a nossa análise vai estar fortemente embasada no conteúdo do livro Gerenciamento de Projetos, do autor Daniel G. Gasnier. Neste link você pode acessar o site e alguns conteúdos do autor que podem te ajudar e seguir nossos videos e no gerenciamento de projetos de modo geral.

Sabemos que esta área é bastante ampla e existem diversos conteúdos que podem ser abordados. No entanto, a intensão desta série, é explicar de maneira sucinta alguns destes conteúdos que consideramos preponderantes no quesito de gerenciamento de projetos.

Nos nossos vídeos, possivelmente abordaremos também termos como PMBOK e PMI, vou explicar o que é cada termo antes de iniciarmos:

PMBOK e PMI

Project Managment Institute, é uma organização de aceitação mundial, sem fins lucrativos, que promove diversos serviços relacionados a gerenciamento de projetos

PMBOK é um guia de orientação profissional sobre gerenciamento de projetos, elaborado pela PMI, praticamente uma bíblia para muitos gerentes de projetos.

 

Ciclo de vida de um projeto

 

 

Iniciação: conceituar o que é o projeto, objetivos, proposta, requerimentos e estudo de viabilidade e etc.

 

Planejamento: é fase de detalhamento do projeto, aonde iremos relacionar as atividades, cronogramas recursos e etc.

 

Execução: execução do planejado. Pode conter também, desenvolvimento da equipe, administração de contratos e etc.

 

Controle: nessa fase iremos realizar os relatórios, conceituar meios de comunicação e reuniões.

 

Encerramento: Processos de implantação e de lições aprendidas.

Iniciação

A Inicialização é a proposta formalizada do projeto. Essa proposta tem a função de definir objetivos e possibilitar uma avaliação completa do projeto e a tomada de decisão para continuar ou não.

 

Título e descrição do projeto

Primeiramente determine um título ao seu projeto e uma descrição breve.

 

Objetivo Final

De forma sucinta, você precisa definir, qual é o produto esperado e a situação final. Entenda como um complemento da descrição, afim de deixar a proposta mais clara possível.

 

Situação Atual e Situação Proposta:

Descrever a situação atual e qual será a condição futura após a implantação do projeto.

 

Desvantagens:

Descrever as desvantagens de maneira transparente, apresentar os pontos negativos que irá existir após a implementação, se houverem.

 

Premissas do projeto:

As premissas são determinações pré-definidas, vão servir como diretrizes, muitas vezes impondo restrições e limitando as soluções em termos de recursos, qualidade e prazos.

Exemplos de premissas:

  • Financeira: Verba destinada de R$ 300.000,00 Reais
  • Qualidades: Sensor biométrico de Alta qualidade para garantir segurança.
  • Recursos: Utilizar apenas 1 Desenvolvedor da Equipe.
  • Exigências Legais: Leis de restrições ambientais.

 

Recursos Chaves:

Materiais  bases que serão utilizados no projeto.

Pessoas: Desenvolvedores, designers e etc.

 

Responsáveis Envolvidos:

Descrever os responsáveis envolvidos, ou seja, o cliente para quem será destinado o projeto, quem será responsável direto de desenvolvimento, gerenciamento e entre outros. Citando nome, telefone, e-mails, endereço e afins.

 

No próximo post, iremos falar mais sobre a fase de planejamento no gerenciamento de projetos.

Gerenciamento de Projetos – Introdução
Classificado como:                        

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *