Simulador quântico

O estudo do comportamento de partículas subatômicas sempre foi um desafio para os pesquisadores, pois é extremamente difícil quantizar todos os possíveis estados que partículas subatômicas podem assumir, outro fator que dificulta ainda mais esse processo é o fato de tais partículas não respeitarem as leis da física clássica, pois no mundo quântico tais leis não são válidas, e desta forma seria praticamente impossível que um computador tradicional consiga processar tais informações.

Desta forma um grupo de pesquisadores da Universidade de Innsbruck, Áustria, desenvolveram um simulador quântico que é executado em um computador quântico de quatro bits, a simulação mostrou como os pares de partículas emergem do vácuo, os físicos utilizaram pulsos de laser para simular os efeitos de campos magnéticos no vácuo e como consequência, puderam observar como os pares de partículas são criadas por flutuação quântica.

Este tipo de simulador é extremamente útil para realizar estudos sobre física de alta energia, pois mesmo os aceleradores de partículas como o LHC, não são capazes de fornecer dados tão precisos a respeito do surgimento de partículas no chamado vácuo quântico.

 

Para mais informações, acesse: Inovação Tecnológica

Simulador quântico

Aluno do 4° ano de Engenharia da Computação da Universidade Positivo, estagiário no Núcleo de Computação Embarcada. Sócio fundador da empresa LEV3D.

Classificado como:        

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *