A redefinição do quilograma

Dentre todas as unidades fundamentais utilizadas, o quilograma é a única que ainda dependente de objetos físicos pra sua determinação. Surgido da necessidade da padronização de pesos, a sua determinação foi dada em 1795 como sendo inicialmente apenas grama, um centímetro cúbico de água à uma temperatura de 4° Celsius. Como esta medida era impraticável, em 1799 surgiu o quilograma, determinado por mil vezes o peso de um grama, esta permitindo ter sua amostragem dada em esferas de metal.

IPK (sigla em inglês para Protótipo Internacional do Quilograma)
IPK (sigla em inglês para Protótipo Internacional do Quilograma)

Conhecido como “Le Grand K”, a esfera modelo está armazenada em Paris, sobre três camadas de vidro em um cofre. A cópia disponibilizada para os EUA e armazenada no NIST(National Institute of Standards and Technology) serviu de modelo para recalcular a constante de Plank, esta que servirá de base para a nova redefinição do quilograma. Sua redefinição é necessária pois, como artefato físico, é natural que haja alguma alteração no mesmo, como o aumento na massa de alguns modelos por deposição de poluição ou diminuição da amostra como a própria disponível no NIST.

Balança de Watt utilizada pelo NIST
Balança de Watt utilizada pelo NIST

A nova medição da constante de Plank foi feita utilizando uma balança de Watt, uma versão high-tech da clássica balança de pratos. Sua medição é dada pelo equilíbrio do peso pela força  eletromagnética, que é então medida. Esta determinação é uma dentre várias que serão realizadas pelos países participantes, onde os possíveis valores obtidos por diferentes métodos alimentarão um software que escolherá o melhor valor para a constante. A nova determinação do quilograma é necessária, permitindo que seu valor permaneça constante e independente de artefatos físicos. Isto permitirá medições mais exatas,  além da apresentação mais exata de outras unidades dependentes dela, como o Newton.

 

Para maiores informações acesse: Gizmodo

A redefinição do quilograma

Aluno do 2º ano de Engenharia da Computação e estagiário no Núcleo de Computação Embarcada da Universidade Positivo (NCE).

Classificado como:            

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *