Gerador triboelétrico pode alimentar wearables

Desde o início da inter-conectividade das coisas, à cerca de duas décadas, é crescente a busca por formas de energiza-las, onde o uso de baterias ou fontes externas nem sempre é o ideal, seja por sua baixa capacidade, tamanho exagerado ou dificuldade em seu descarte. Todos estes fatores contribuíram para o desenvolvimento de nano e micro geradores.

Com sua pesquisa  iniciada em 2012, o TENG é um gerador que se aproveita do efeito triboelétrico, efeito ao qual cargas elétricas são induzidas pelo atrito entre dois materiais, carregando um positivamente e o outro negativamente. Utilizando este efeito, pesquisadores conseguiram converter de 50% a 85% de energia gerada por movimentos mecânicos, entretanto a grande restrição devia-se à alta rigidez do sistema.

saTENG_wearable

Continuando este trabalho, pesquisadores da Georgia Tech desenvolveram o saTENG, este com maior flexibilidade e resistência a deformação. Para tal, foram utilizados líquidos condutivos, além de um corpo  composto por polímeros elásticos. Testes iniciais demonstram grande potencial, onde uma pulseira contendo os geradores conseguiu converter energia mecânica suficiente para acender 80 LEDs de um movimento simples. Esta tecnologia pode ampliar a duração no tempo de uso de diversos dispositivos, já que apresenta tamanho consideravelmente reduzido e possível grande eficiência.

 

Para maiores informações acesse: All about circuits

Gerador triboelétrico pode alimentar wearables

Aluno do 2º ano de Engenharia da Computação e estagiário no Núcleo de Computação Embarcada da Universidade Positivo (NCE).

Classificado como:            

Uma opinião sobre “Gerador triboelétrico pode alimentar wearables

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *