Drones serão usados para salvar furões no Estados Unidos

A agência U.S. Fish and Wildlife Service vai lançar os doces M&Ms e rações com vacinas no norte do estado de Montana usando drones que conseguem projetar os alimentos em três direções distintas. Deste modo, a agencia espera que consiga atingir uma maior cobertura sobre a área. O drone, equipado com GPS deve lanças as vacinas com intervalo de 10 metros para maior efetividade.

drone

O furão, que na realidade é a doninha-de-patas-pretos é um espécie de mustelídeo que esta sendo ameaçada de extinção devido a uma praga. O Governo pretende com este método prevenir que isso ocorra. Os M&Ms  lançados não são para as doninhas em si, e sim para os cães da pradaria da região, que são a principal fonte de alimento dos furões. A propagação da praga silvestre significa que a população de cães da pradaria tem sido baixa, o que afetou outras espécies, incluindo a única doninha nativa da América do Norte, que se recuperou de uma quase-extinção com a ajuda de inseminação artificial. Hoje em dia apenas cerca de 300 animais da espécie estão vivos.

Segundo os pesquisadores o M&M é um alimento que o cão da pradaria gosta e de forma que o corante fica em seu pelo é fácil verificar e controlar os animais vacinados.“É a forma mais rápida e barata de distribuir a vacina,” diz o biólogo Randy Machett, da agência norte-americana. “Estamos esperançosos de que essa vacina oral seja usada para minimizar locais de praga e para tratar dezenas de milhares de hectares todos os anos.”

Para mais informações acesse The Guardian.

Drones serão usados para salvar furões no Estados Unidos

Aluno do 5º ano do curso de Engenharia da Computação da Universidade Positivo e estagiário do Núcleo de Computação Embarcada.

Classificado como:                    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *