Motores magnéticos para o ajuste de satélites

Diversos sistemas atuais operam utilizando os dados de diversos satélites, desde a corriqueira internet móvel aos serviços de localização. Entretanto mesmo que estes estejam em órbita, diversas correções precisam ser realizadas à fim de garantir que estes estejam posicionados corretamente ou que simplesmente não caiam novamente em terra firme.

Estas pequenas correções muitas vezes são realizadas por rodas de reação, também conhecidas como flywheels. Entretanto os motores e as próprias rodas são extremamente delicadas, permitindo que apenas movimentos delicados sejam realizados (limitando a  velocidade a 6.000 rpm), o que simplesmente impossibilita a realização de manobras bruscas, além de apresentar certa imprecisão e ocupar um espaço relativamente grande. Apesar de todos os problemas, cientistas da Celeroton desenvolveram um motor que consegue sobrepor grande parte destes problemas.

magnetic-motor-celeroton

O motor em questão opera levitando sobre um campo magnético, o que na prática permite uma rotação de 150.000 rpm, diminuindo consideravelmente o tamanho dos sistemas tradicionais, além de permitir maior precisão, agilidade e reduzir a lubrificação especial. No momento o motor é apenas um protótipo, mas já despertou o interesse de grandes agencias espaciais. A melhora no sistema de direcionamento dos satélites permite a redução de tamanho e peso dos mesmos, abrindo mais espaço para possíveis novos sensores e dispositivos.

 

Para maiores informações acesse: Engadget

Motores magnéticos para o ajuste de satélites

Aluno do 2º ano de Engenharia da Computação e estagiário no Núcleo de Computação Embarcada da Universidade Positivo (NCE).

Classificado como:        

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *