Tela flexível começa a ser testada na Coreia

Pesquisadores sul-coreanos do Instituto KAIST desenvolveram uma tela flexível capaz de aderir tanto em roupas quanto na pele humana sem perder à sua qualidade de exibição de vídeo.

A tela foi construída por meio de uma matriz de transistores de partículas finas, é este material que da a flexibilidade para a tela, no momento em que um laser localizado no interior da tela entra em contato com a matriz de transistores, a imagem é projetada na tela.

Imagem: KAIST
Imagem: KAIST

Ao ser testada em superfícies rugosas como tecidos e na própria pele humana, o equipamento não teve a sua resolução alterada. Esses primeiros testes serviram para mostrar a eficiência do dispositivo que muito em breve chegará ao mercado de equipamento eletrônico causando obviamente uma drástica mudança neste setor.

Para mais informações, acesse: Inovação Tecnológica

Tela flexível começa a ser testada na Coreia

Aluno do 4° ano de Engenharia da Computação da Universidade Positivo, estagiário no Núcleo de Computação Embarcada. Sócio fundador da empresa LEV3D.

Classificado como:        

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *