NASA acredita na possibilidade de viver na lua de Júpiter

Recentemente, em algumas das observações da Nasa, foi descoberto um mar subterrâneo na lua de Júpiter, que pode conter mais água que nosso planeta inteiro.

Europa, uma das maiores luas que orbitam Júpiter, é um dos lugares mais cogitados do Sistema Solar para abrigar vida.

O telescópio Hubble registrou a existência de esguichos de água que atravessam a superfície congelada de Europa. A observação foi feita quando a lua passava na frente de Júpiter (ocorre de 3 em 3 dias). A luz refletida de Júpiter ajudou a identificar as moléculas de H2O contidas em gases, o que aumentou as expectativas de vida na lua. A estimativa é que o mar da lua seja maior do que do Planeta Terra e tenha 3 bilhões de Km³.

6mar2013-na-imagem-uma-concepcao-artistica-mostra-a-agua-sob-camada-de-gelo-na-lua-europa-e-jupiter-ao-fundo-1366324118553_657x500

A Nasa e a Agência Europeia de Astronomia planejam uma viagem para lua Europa na próxima década. Onde será possível encontrar alguma forma de vida, mesmo que microscópica e primitiva.

 

Para mais informações, acesse: NASA

NASA acredita na possibilidade de viver na lua de Júpiter

Aluno do 2º ano de Engenharia da Computação e estagiário do Núcleo de Computação Embarcada (NCE) da Universidade Positivo.

Classificado como:                

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *