Novas turbinas eólicas podem fornecer 50 anos de energia eólica ao Japão após um tufão

O tufão é um grande fenômeno da natureza que possui grande potencial. Por diversas vezes este potencial é relacionado  à devastações em massa, devido ao grande estrago causado por toda a região onde este o alcança. Entretanto um engenheiro japonês desenvolveu uma nova turbina eólica capaz de sobreviver à este fenômeno e capaz de gerar energia à partir do mesmo.

turbina-tufao-2

Criada por Atsushi Shimizu, esta é a primeira turbina eólica capaz de suportar um tufão, e ainda gerar energia elétrica a partir dele. Cálculos preliminares apontam que uma grande quantidade dessas turbinas seria capaz de gerar energia o suficiente para sustentar todo o Japão por 50 anos. Tal durabilidade é possível por duas características principais que a difere das turbinas comuns, a primeira é um movimento de eixo omnidirecional permitindo a sobrevivência à vento imprevisíveis e a possibilidade de controle de velocidade nas lâminas.

O protótipo testado conseguiu atingir uma eficiência de 30%, quase dez pontos abaixo dos modelos tradicionais de turbinas, entretanto este é um modelo específico e altamente durável, o que acaba por compensar essa falta de rendimento. Outro protótipo funcional já foi instalado, e está a espera de ventos fortes, ou um tufão, para verificar todos os aspectos que possam ficar pendentes. Após o desastre de Fukushima, em 2011, o Japão passa por uma grande crise energética. Possuindo um potencial eólico muito maior que o solar, esta turbina pode ser uma grande solução, não só resolvendo esta crise mas também barateando o custo de produção elétrica.

 

Para maiores informações acesse: Gizmodo

Novas turbinas eólicas podem fornecer 50 anos de energia eólica ao Japão após um tufão

Aluno do 2º ano de Engenharia da Computação e estagiário no Núcleo de Computação Embarcada da Universidade Positivo (NCE).

Classificado como:            

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *