Pesquisadores brasileiros ensinam computadores à identificar cegueira e câncer a partir e fotografias

Utilizando a já conhecida técnica de “machine learning”, pesquisadores brasileiros desenvolveram os projetos “Triagem Automática Data-Driven da Retinopatia Diabética” do doutorando Ramon Pires sob orientação de Anderson Rocha – ambos do Instituto de Computação da Unicamp – e “Triagem Robusta do Melanoma para o Mundo Real”, do doutorando Michel Fornaciali sob supervisão de Eduardo Valle, ambos do curso de Engenharia Elétrica também da Unicamp.

img1
Da esquerda para a direita: um olho normal e um olho com retinopatia. Fonte: EyePACS

Ambos os projetos utilizam o sistema de machine learning para “ensinar” aos computadores à reconhecer os padrões referentes a retinopatia, cegueira causada pela diabetes e que assola 5% dos pacientes que a contem, e o melanoma, um dos tipos de cancer de pele mais agressivos mas entre as maiores possibilidades de tratamento quando identificado em estágio inicial. Visando facilitar a identificação de possíveis pacientes, o software é alimentado com diversas imagens e anotação médicas referentes à diagnósticos de pessoas que contém ou não as doenças já citadas. Baseando-se nos modelos já conhecidos, um diagnostico então é gerado, onde o paciente é ou não recomendado à visitar um especialista.

melanoma
Acima manchas referentes ao melanoma e abaixo manchas normais

Enquanto o projeto para a identificação do melanoma ainda sofre com problemas de precisão, o responsável por identificar a retinopatia já  apresenta uma taxa de acertos na casa dos 98%. Os pesquisadores mantém-se otimistas, embora os projetos apresentem dificuldades, a possibilidade de acelerar um possível diagnóstico e permitir uma acessibilidade à este nas áreas mais remotas encoraja sua evolução.

 

Para maiores informações acesse: Gizmodo

 

Pesquisadores brasileiros ensinam computadores à identificar cegueira e câncer a partir e fotografias

Aluno do 2º ano de Engenharia da Computação e estagiário no Núcleo de Computação Embarcada da Universidade Positivo (NCE).

Classificado como:        

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *