Pequenos robôs móveis podem ser o futuro dos wearables

Conforme desenvolveram-se ao longo dos anos, os wearables vieram a tornar-se cada vez mais compactos, resultando até então nos smartwatches e pulseiras fitness. Entretanto mesmo após anos de evolução eles continuam majoritariamente estáticos, prendendo-se aos pulsos ou fixados de forma imóvel.

Não satisfeitos com esta estaticidade, pesquisadores do MIT e Stanford desenvolveram os Rovables, estes são pequenos robôs de tamanho comparável à caixas de anel com a função de percorrer o corpo do usuário. Acoplados à nametags ou smartwatches, eles reagiriam à ações do utente ou ao próprio ambiente, agindo de forma autônoma inspirada em organismos vivos. Esta autonomia permitiria à eles realizar diversos serviços de auto-manutenção, como acoplar-se sozinho ao carregador, redirecionar-se de forma a obter leituras diferentes de seus sensores, além de outras possibilidades.

O robô ainda não é capaz de movimentar-se em três dimensões, permitindo apenas movimentos lineares devido ao seu micro-controlador. Sendo ainda uma prova de conceito, onde por enquanto é muito mais viável colocar diversos sensores numa pulseira, esta é uma demonstração de uma das possibilidades de desenvolvimento dos wearables.

 

Para maiores informações acesse: Engadget

Pequenos robôs móveis podem ser o futuro dos wearables

Aluno do 2º ano de Engenharia da Computação e estagiário no Núcleo de Computação Embarcada da Universidade Positivo (NCE).

Classificado como:        

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *