Açúcar é a droga mais perigosa

Um alerta para os apaixonados por doces

É isso mesmo: o açúcar pode ser chamado de droga, pois vicia e faz um mal enorme para o organismo. Alguns médicos já propõem tributar o açúcar, assim como o cigarro e álcool, para que seu consumo seja diminuído na sociedade.

O jornalista americano William Dufty publicou, em 2002, o livro Sugar Blues, no qual ele compara os produtores de açúcares aos traficantes de drogas. No livro, também são citadas doenças psiquiátricas graves, distúrbios cardiovasculares e dores no corpo devido ao consumo de açúcar. Desde então, só aumentaram os estudos relacionados a esse doce, que, de repente, pode tornar-se muito amargo.

Muitas pesquisas apontam o açúcar como descalcificante, desmineralizante, desvitaminizante e empobrecedor metabólico. As provas estão nos grandes consumidores de açúcar que diariamente enfrentam abstinência da substância, ficando fracos, apresentando tremores, vertigens e enjoos.

Em muitos casos, a substância está ligada a várias doenças, como osteoporose, problemas de crescimento, distúrbios glandulares, doenças oculares, diarreias crônicas, pressão alta, infecções, asma, bronquite, cáries, enxaquecas, distonias neurovegetativas, diabetes, leucemias, cânceres e problemas de pele.

O açúcar não tem nutrientes, o que faz com que ele seja digerido rapidamente e, consequentemente, provoca uma elevação nos níveis de glicemia, o que aumenta o depósito de gordura nas células.

De acordo com um estudo da Universidade de Sydney, na Austrália, as pessoas que consumiram baixo teor glicêmico, em determinado tempo, conseguiram emagrecer mais rapidamente e saudavelmente. Com esse mesmo pensamento, a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que a ingestão do açúcar refinado não ultrapasse 10% do consumo diário total de calorias.

quantidade-de-acucar-nos-alimentos

Açúcar refinado
O açúcar refinado tem 100% de caloria, sem valor nutricional e, se consumido em excesso, pode causar obesidade, diabetes e até alguns tipos de câncer. Não só o consumo da substância in natura é prejudicial, mas os alimentos que apresentam carboidratos provocam o efeito de aumento rápido e exagerado de glicose, o que aumenta a secreção de insulina no pâncreas. Insulina em excesso pode baixar as taxas de glicemia rápido demais, o que faz com que a pessoa tenha mais vontade de comer, podendo, assim, engordar com mais facilidade.

Frutose
Já o açúcar das frutas, a frutose, não é visto como vilão, pois a maneira como ele é processado no organismo não provoca nenhuma resposta de insulina. Além disso, as frutas também oferecem vitaminas, fibras, antioxidantes e água. Dessa forma, muitos médicos recomendam apenas a ingestão da frutose na dieta alimentar.
Essa ingestão da frutose evita a hipoglicemia, que é um distúrbio que se manifesta por meio de vários mal estares, podendo causar até mesmo a depressão, segundo alguns especialistas.

Adoçante
Alguns médicos ainda sugerem a substituição por adoçantes: mesmo que haja controvérsias por ser uma substância química, ainda não foi comprovado nenhum mal advindo de adoçantes.

Açúcar mascavo
O açúcar mascavo apresenta 5% de nutrientes, sendo assim, pode ser uma opção mais saudável, mas aconselha-se um consumo moderado. Os maltes de cevadas também já são bastante utilizados no lugar dos açúcares.

Açúcar em bebidas
Precisa-se tomar cuidado com bebidas alcoólicas e demais bebidas que contenham açúcares, pois a velocidade com que a glicose entra no sangue é aumentada e torna-se agressiva do ponto de vista metabólico.

Com esses exemplos, é possível concluir que o açúcar afeta o metabolismo de forma bastante hostil, comprovadamente. Assim, é preciso tirá-lo da dieta ou pelo menos diminuir o consumo com o tempo. Outras fontes de energias, como massa e pães, são exemplos de fontes de energia mais completas, que podem promover a saciedade e são uma forma de evitar cada vez mais o vilão.

Açúcar-nos-Alimentos colheres


11 comentários sobre “Açúcar é a droga mais perigosa

  1. Viva disse:

    Olá Betina, excelente artigo, parabéns. De fato, o consumo de açúcar nos alimentos hoje é muito prejudicial para nossa saúde. A alimentação moderna além de pouco nutritiva aumenta os riscos para doenças futuras, e precisamos nos conscientizar disso e cuidar mais da nossa alimentação. Tenho filhos e me preocupo com a consequência futura da alimentação deles, pois nossa saúde reflete a nossa alimentação. Com alguns ajustes conseguimos ao menos diminuir o consumo de alimentos industrializados, refinados, e se possível evitar por completo. Abraço!

  2. michael disse:

    Concordo plenamente com a matéria..o açúcar pode ser considerado uma droga mesmo..vou diminuir ele nas minha alimentações..muito obrigado,você abriu meus olhos nesse assunto que é muito importante para nossa saúde.abraço

  3. Rafael disse:

    Ainda bem que não gosto muito de açúcar, acho que vai fazer muito mau no futuro, se todo tomacem esta atitude de controlar mais o excesso de açúcar iam ter mais qualidade de vida

  4. Rafael disse:

    Nossa! Assustador esse quadro que mostra a quantidade de açúcar nos alimentos.
    Atualmente com esse mundo moderno onde as crianças muitas delas vivem em casa em jogos e computador, o número de crianças obesas ou com colesterol alto aumenta a cada dia, a alimentação com muito açúcar e a falta de atividade física.
    Parabéns pelo artigo.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *