Carregando…

Projeto de Moda I – Saindo da Zona de Conforto

Neste exercício os alunos precisaram identificar, discutir, planejar, solucionar e registrar o desenvolvimento de um determinado problema identificado, e em equipes de 3 a 4 pessoas, deveriam literalmente “Sair da zona de conforto”, ao identificar um problema/necessidade e propor uma atividade relacionada à prestação de serviços à comunidade (necessidades de uma instituição social, asilo, creche, escola, ou de uma comunidade próxima, parque que frequenta, condomínio em que reside etc).

O objetivo principal deste exercício é notar o caráter investigativo da profissão do designer ao observar necessidades e problemas para atuação, bem como aspectos relacionados ao planejamento, organização, administração do tempo, de pessoas, recursos financeiros, entre outros.

Disciplina:
Projeto de Moda I
Prof. Manita Menezes e Hélcio Prado Fabri

Equipe 1 – Customização e Conscientização

Como é possível um planeta suportar um sistema em que a lei vigente é: “use, descarte, compre sempre o novo”? Pensando nisso, e identificando uma falta de orientação sobre a forma ideal de evitar desperdício e conservar o meio ambiente, a equipe desenvolveu uma oficina de técnicas de customização para ensinar alunos de baixa renda a renovar peças em desuso.

 

Equipe 2 – Mães-modelos

A AFAN (Associação Feminina de Amparo ao Deficiente e Recém Nascido) é uma instituição localizada no Batel que atende às necessidades de deficientes visuais de todas as idades, em sua maioria crianças. As mães dessas crianças vivem sobrecarregadas com todas as dificuldades que vivenciam, e pensando nelas foi criado um evento intitulado “Dia de Rainha”, onde as mães receberam cuidados estéticos como manicure, cabeleireiro e maquiagem. Para proporcionar uma experiência ainda mais marcante, foi realizado um desfile onde as alunas selecionaram, criaram e montaram um total de 9 looks para essas mães cujos corpos divergem do 42 ao 50, utilizando-se de um depósito de doações destinadas à AFAN.

 

Equipe 3 – Estampando Sonhos

Pensando no fortalecimento da autoestima das crianças que moram em abrigos, foi desenvolvida uma oficina de desenho livre, com o objetivo da criação de estampas para serem sublimadas em camisetas. A atividade pode ser vista também como um incentivo à arte e como fonte de lucro, considerando a venda das peças.

 

Equipe 4 – Moda na Caximba

Como a moda pode influenciar positivamente a vida de pessoas que não tem acesso a ela? Por meio de arrecadação e coleta de pecas na universidade e em outros lugares, foi disponibilizado às mulheres da comunidade da Caximba a oportunidade delas vivenciarem uma experiência de compra verdadeira. Escolheram o que mais lhes agradava e ainda puderam contar com um serviço de consultoria que os próprios alunos prestaram. Depois de cada uma sair com uma boa variedade de pecas, o que sobrou ficou para elas organizarem um bazar na comunidade para lucro próprio.

 

Equipe 5 – Projeto ( Re) Acolher

O projeto teve como objetivo reaproveitar cobertores que seriam descartados, transformando-os em cachecóis e luvas para moradores de rua, vulneráveis ao inverno severo de Curitiba e que, por não terem onde guardar seus pertences, poderiam encontrar um conforto na possibilidade de portabilidade desses acessórios. A equipe arrecadou os cobertores, beneficiou, fez a modelagem , corte e costura das pecas e distribuiu aos moradores de rua.

Deixe uma resposta