Carregando…

Projeto Visual I – Saindo da Zona de Conforto

Neste exercício os alunos precisaram identificar, discutir, planejar, solucionar e registrar o desenvolvimento de um determinado problema identificado, e em equipes de 3 a 4 pessoas, deveriam literalmente “Sair da zona de conforto”, ao identificar um problema/necessidade e propor uma atividade relacionada à prestação de serviços à comunidade (necessidades de uma instituição social, asilo, creche, escola, ou de uma comunidade próxima, parque que frequenta, condomínio em que reside etc).

O objetivo principal deste exercício é notar o caráter investigativo da profissão do designer ao observar necessidades e problemas para atuação, bem como aspectos relacionados ao planejamento, organização, administração do tempo, de pessoas, recursos financeiros, entre outros.

Disciplina:
Projeto Visual I

Prof. Gabi Grimm e Hélcio Prado Fabri

Equipe 1 – identificAÇÃO

Danilo Koji Eihara, João Victor Ferreira, Kleber Rogério Jenuário e Luana Maria dos Santos

O local escolhido para realizar a ação foi o Colégio Estadual Vila Macedo, localizado em Piraquara, este com sérios problemas de segurança e que por meio da arte tem mudado esta realidade. A ação denominada “identificAÇÃO” tem como principal objetivo melhorar a identificação das salas e áreas do colégio, bem como auxiliar na conscientização ambiental, por meio da separação de lixo e economia de água.

As salas de aula, os setores de serviço e os banheiros não possuem identificação.
Existem campanhas internas para conscientização da importância da separação do lixo e da economia de água, porém faltam informações e/ou imagens que chamem a atenção dos jovens para a causa.

 

Equipe 2 – Projeto Salvem o Parque GOMM

Gabriel Carvalho, Hiohana B Sermann, Ivan De Deus Da Silva, Renata Policarpo

O Parque Gomm, espaço que hoje é mantido e preservado por curitibanos voluntários devido descaso e abandono pela Prefeitura Municipal de Curitiba, vem desde a sua origem enfrentando problemas nos quais identificamos: a precariedade de estrutura para manutenção e mantimento do local como lixeiras e bituqueiras; e ausência de sinalização adequada em geral.

 

Equipe 3 – Exposição Arte em Evidência

Bárbara Spilmann, Grégory F. Silva, Julio F.H. Kawamoto, Robson Marques

Devido à falta de contato da população com a arte, principalmente em locais públicos movimentados, buscamos, a partir deste projeto, fazer com que a arte esteja mais próxima das pessoas em seu dia a dia, para que as mesmas
possam ter acesso à algo diferente em seu cotidiano proporcionando contato e incentivo ao desenvolvimento da percepção artistíca e em adição a isto trazer também visibilidade aos autores das obras que trabalham de maneira
independente,e fazer com que a profissão dos mesmos,seja melhor vista e valorizada.

Equipe 4 – Limpeza Pontual

Marco Aurélio e Gustavo Rodrigues

A necessidade de lixos em pontos de ônibus foi identificada simplesmente pela observação da falta destes em pontos de ônibus e pelo excesso de lixo no entorno dos pontos. Identificados pontos da linha Saturno. Foi escolhido como problematização central do projeto “A necessidade de latas de lixo em pontos de ônibus”. Após a coleta de latas de tinta em desuso, fizemos uma pintura personalizada e colocamos um suporte feito artesanalmente em cada uma delas. Após a preparação do material que seria utilizado na ação, fomos até os pontos de ônibus e instalamos as latas de lixo.

Equipe 5 – Cinema ao ar livre

Cibele Talita Damaceno, Gabriel Manfrinato Sohn, Jair Mezzari  Junior, Julie De Almeida Lobo, Syella Dick Pinheiro e Walisson Patrick

A atividade proposta na ação foi de fazer um cinema ao ar livre com a colaboração da Escola Municipal Helena Kolody (região Campo de Santana em Curitiba/Paraná) para dar a oportunidade às crianças carentes que não tem acesso ao cinema para assistir “O Pequeno Príncipe” um filme que desperta a imaginação e criatividade das crianças. Identificamos a ausência de equipamentos mínimos como tv e dvd para dar acesso à filmes para as crianças durante as aulas. E os filmes seria um complemento para incentivar a imaginação e criatividade dos alunos. Que tivemos como objetivo principal de despertar a emoção das crianças.

Deixe uma resposta