Cientistas criaram LEDs 60% mais brilhantes – Engenharia da Computação

Cientistas criaram LEDs 60% mais brilhantes

Pesquisadores do Instituto de Ciência e Tecnologia Avançada da Coreia desenvolveram um novo tipo de LED ao criar uma lente nano que fica no topo da superfície de um LED convencional. Eles fizeram isso ao descobrir que aluz emitida por um vaga-lume conta uma superfície muito semelhante a implantada, o que reduz a diferença entre o índice de refração de seu corpo e do ambiente ao seu arredor. Por sua vez, isso permite que mais luz seja emitida.

Comparativo de brilhos de LEDs. O da esquerda é um convencional, enquanto o da direita é o desenvolvido pelos pesquisadores.
Comparativo de brilhos de LEDs. O da esquerda é um convencional, enquanto o da direita é o desenvolvido pelos pesquisadores.

A equipe simplesmente copiou essa estrutura de telhas em escala nano usando uma resina de polímero que fica no topo de uma superfície convencional emissora de luz. Em uma série de experimentos, a equipe descobriu que o LED verde que eles desenvolveram era 60% mais brilhante que os convencionais, quando submetidos ao mesmo tipo de corrente elétrica. Os resultados foram publicados na Nano Letters.

Comparação da estrutura da nova tecnologia e do LED convencional.
Comparação da estrutura da nova tecnologia e do LED convencional.

A equipe considera que o LED criado por eles pode ser usado em telas para fornecer o mesmo nível de brilho em telas convencionais, mas com menos gasto de energia.

Créditos da notícia Gizmodo. Para mais informações acesse a matéria aqui.

Cientistas criaram LEDs 60% mais brilhantes

Aluno do 5º ano do curso de Engenharia da Computação da Universidade Positivo e estagiário do Núcleo de Computação Embarcada.

Classificado como:            

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *