Gincana de engenharia reúne mais de 1400 estudantes – Engenharia
Gincana de engenharia reúne mais de 1400 estudantes ?>
Bioprocessos e biotecnologia Civil Elétrica Energia Mecânica Produção Computação

Gincana de engenharia reúne mais de 1400 estudantes

A tradicional Gincana das Engenharias da Universidade Positivo (UP) aconteceu no último fim de semana, dia 9 de julho. A 18ª edição do campeonato mais disputado entre os acadêmicos conta com a participação de 1.400 estudantes dos primeiros e segundos anos de sete cursos de graduação na área de Engenharia (Bioprocessos, Civil, Computação, Elétrica, Energia, Produção e Mecânica). O objetivo do campeonato é ressaltar a importância do trabalho em equipe, promover integração entre os estudantes de engenharia e entre as diversas disciplinas ministradas nos cursos, além de despertar o interesse dos estudantes em relação às causas sociais e sustentabilidade.

A XVII Gincana de Engenharias é composta de atividades técnicas que enfatizam a necessidade da utilização de conceitos de diversas áreas para a solução de problemas reais. São 20 equipes – cada uma é composta por estudantes de diferentes cursos e identificada por uma cor de camiseta. O campeonato é composto por 18 tarefas, sendo duas delas de cunho social: arrecadação de cestas básicas e doação de sangue. Foram arrecadadas 7,1 toneladas de cestas básicas, doadas para instituições sociais da cidade e 353 estudantes doaram sangue. 

Esses dois primeiros desafios tiveram início em 1o de junho e terminam no dia 9 de julho, quando todas as equipes se reuniram no câmpus Ecoville da UP, em Curitiba (PR), para as demais tarefas – algumas divulgadas com antecedência, e outras divulgadas e realizadas somente no dia. “Aliando técnica e criatividade, os estudantes competem entre equipes e desenvolvem variadas tarefas durante um dia muito produtivo e prazeroso para todos os envolvidos”, afirma o coordenador do evento, professor Giancarlo de França Aguiar.

Um dos momentos mais esperados da gincana é a competição de Stand Up Paddle (SUP) de garrafas pet – um projeto que envolve aplicações dos conceitos de desenho técnico, mecânica dos fluidos e mecânica de corpos rígidos, além da abordagem dos mecanismos de equilíbrio. Os estudantes tiveram que construir uma prancha de SUP e um remo, utilizando garrafas PET, canos de PVC, cabo de vassoura e pá de lixo. “Desta forma, devem ser aplicados conhecimentos de Física Básica e Mecânica Geral que possam explicar, ainda que parcialmente, a resistência e rigidez, a flutuação e o arraste da prancha”, explica o professor. A prancha precisa suportar dois estudantes – o remador (ou remadora) e o carona -, de modo que somados os pesos dos dois não ultrapasse 135 kg. As cinco equipes que obtêm o menor tempo na conclusão do trajeto, estão classificadas para a competição final. “Nesta prova, os estudantes devem estar preparados inclusive para cair na água”, ressaltou Aguiar.

DSC_8016

DSC_8124

13585151_1712224705696994_1778835165018432483_o

13585203_1712223895697075_1974429589771291669_o

13603666_1712225309030267_3898681401948376807_o

13653106_1712226305696834_6005001617505086046_o

DSC_8131

DSC_8226

DSC_8273

DSC_8276

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *