Big Data: informação e inteligência para os negócios

A análise de dados digitais cria vantagens competitivas para empresas e profissionais

Bancos, empresas telefônicas, redes varejistas, e-commerce, companhias aéreas e muitas outras empresas armazenam informações digitais o tempo todo. A análise dessas informações e a inteligência para usá-las faz grande diferença no mundo dos negócios. Esse conceito chama-se Big Data.

O Big Data é um conjunto de softwares e algoritmos que fazem análises a partir de coletas eletrônicas de dados a partir de smartphones, aplicativos, sites, redes sociais, registros de IPs, imagens, vídeos e músicas – ou seja, fontes usadas à exaustão por grande parte da população mundial. Com esses dados, é possível reduzir custos e tempo de organizações, desenvolver novos produtos e facilitar o entendimento sobre o comportamento do consumidor.

Segundo uma pesquisa realizada pela Dell, empresas que usam o Big Data tiveram crescimento de receita até 53% maior do que as que não exploram esses conceitos. A expectativa é que, em poucos anos, haja um crescimento ainda mais significativo da utilização do Big Data e, consequentemente, um aumento da procura de mão de obra especializada.

Luiz Médici, diretor de BI e Big Data da Telefônica, ministrou uma palestra na Universidade Positivo e afirmou que essa é a profissão do futuro. “A procura por especialistas em Big Data é absurda. Treino muitos jovens e logo eles recebem grandes ofertas e vão para outras empresas. Existe uma escassez de profissionais na área e salários altíssimos ”, assegura.

De acordo com o Datajobs, os salários anuais para uma carreira em Big Data nos Estados Unidos são os seguintes:

  • Analista de dados iniciante: até 75 mil dólares;
  • Analista de dados experiente: até 110 mil dólares;
  • Cientista de dados: entre 85 e 170 mil dólares;
  • Gerente: entre 90 e 240 mil dólares, conforme tamanho da equipe e experiência;
  • Engenheiro Big Data: entre 70 e 165 mil dólares.

Segundo a Wanted Analytics, empresa que analisa sites de emprego no mundo todo, a procura por gerentes de projeto com experiência em Big Data aumentou 123% em 2014. “O Big Data traz diversas oportunidades para as empresas, como melhoria de serviços, antecipações de problemas e previsões de receitas, entre outras”, afirma Médici. Por isso, esse assunto é muito importante em diversas carreiras. Afinal, informação é dinheiro, e, com o Big Data, é possível analisar um grande volume de dados por meio de estatísticas e análises sérias, com acesso imediato às informações em tempo real e pouca chance de erro.

Muitas empresas estão aproveitando o conceito inovador para alavancar os negócios. A rede Walmart, por exemplo, recolhe informações dos carros em seu estacionamento e, com isso, faz análises de seus clientes, previsões de vendas, soluções e melhoras em seus produtos e serviços. Outras empresas que se tornaram referência em análise de dados e efetivação das pesquisas são LinkedIn, Danone, Nestlé e Nike.

“A empresa que mais tem dados é a operadora de telefonia móvel. Ela consegue saber onde você está, quais são suas redes de contato, seus dados cadastrais, quanto tempo você demora para exercer as atividades etc.”, afirma Médici.

Todas essas informações disponíveis para as empresas transforma o cenário corporativo e dá outra perspectiva em relação à análise do comportamento do consumidor e personalização de produtos e serviços. “O que se vê é algo benéfico para as empresas e para o consumidor. A Telefônica tem o intuito de dar o melhor serviço, e isso está sendo cada vez mais possível justamente pelo uso dessas análises”, garante o diretor de Big Data da empresa.

O mercado mundial de Big Data deve movimentar US$ 41,5 bilhões em 2018, segundo estudo da IDC. A previsão confirma que os investimentos de empresas e carreiras individuais têm expectativas positivas. “Ainda estamos caminhando, muita coisa está por vir, mas é possível confirmar que o Big Data é o futuro dos negócios”, completa Médici.

big big data tPlateia cheia no evento da UP em parceria com a Telefônica.

Conheça a Pós-Graduação em Big Data. 

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *