Melhore sua maneira de investir e saia da poupança

Conheça as melhores opções para os brasileiros

Você costuma conversar sobre investimentos com seus amigos e familiares? Já experimentou perguntar onde o dinheiro deles está investido? É muito provável que a grande maioria declare que mantém todo o capital aplicado na poupança. Afinal, essa é uma das primeiras opções eleitas pelos brasileiros.

É muito comum a poupança ser o primeiro investimento da nossa vida. Abrimos a primeira conta no banco e recorremos à poupança como um lugar seguro para abrigar as economias. Seja pela comodidade de se investir na caderneta ou pela facilidade de acesso, a modalidade se tornou a mais popular do país.

O costume de aplicar o capital poupado é excelente e deve ser incentivado. Entretanto, insistir em colocar dinheiro na poupança é um erro que muitos brasileiros cometem sem perceber. Muitas vezes, por falta de informação ou porque não há um controle efetivo sobre a própria situação financeira, é escolhida a opção mais óbvia, mas não necessariamente a melhor.

As vantagens encontradas na poupança não são exclusivas desse tipo de aplicação. Os pontos positivos da caderneta também são oferecidos por diversos outras modalidades de investimento. Um exemplo das vantagens oferecidas é a segurança, fator que incentiva a grande maioria da população a enviar dinheiro para a conta poupança.

Porém, a mesma segurança também é oferecida por outros investimentos, como o Tesouro Direto, Letras de Câmbio, LCA (Letras de Crédito do Agronegócio), LCI (Letras de Crédito Imobiliário) e CDB (Certificado de Depósito Bancário).

Isso se dá devido ao Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que segura não só a poupança, mas também todos os investimentos citados acima. No caso de algum imprevisto, como a falência da instituição financeira em que você aplicou seu capital, o órgão é responsável por restituir a quantia perdida em até R$ 250 mil.

A boa notícia é que o receio das pessoas em relação a outros investimentos tem diminuído. Com a internet, veio facilidade do acesso à informação de qualidade.

Além disso, agora é possível usar plataformas on-line inclusive para investir, facilitando a vida de quem quer ver o dinheiro render de verdade. Isso possibilita que você possa adquirir títulos públicos através do site do Tesouro Nacional ou negocie ativos de empresas importantes como Petrobras (PETR4) no conforto de casa.

Um reflexo da melhoria no universo dos investimentos é o expressivo aumento dos investidores no mercado de ações. Entre 2002 e 2016, mais de 475 mil pessoas físicas foram cadastradas na bolsa brasileira. Isso significa que o número de pessoas interessadas em aprender a investir na Bolsa de Valores cresceu seis vezes.

Outro aspecto que enaltece a popularidade da poupança é a rentabilidade. Antes, o investimento era bastante rentável, e sua simplicidade, somada ao baixo custo, foi responsável por atrair muitos adeptos.

Entretanto, a rentabilidade da caderneta é diretamente afetada pela inflação. Sendo assim, hoje em dia, o rendimento da poupança já não é vantajoso como era antes. Agora, quem opta por aplicar o dinheiro ali está se distanciando de seus objetivos, uma vez que perde poder de compra ao invés de valorizar o capital.

Para ficar mais claro: a rentabilidade real da poupança em 2016 já está em -0,01%. Um exemplo contrastante é que o ano de 2015 fechou sua rentabilidade real em -2,34, enquanto em 2006 o indicador estava em 5,10%.

Esses dados vêm colaborando para que a caderneta perca sua popularidade. Até o presente momento, o volume de retirada está superando o volume de aplicações. Entre os meses de janeiro e agosto deste ano, aproximadamente R$ 48,1 bilhões foram sacados em todo o país.

Em 2015, o resultado foi ainda pior. Durante os oito primeiros meses, o total de retiradas fechou em R$ 48,4 bilhões. A soma de retiradas durante todo o ano passado chegou a mais de R$ 53 bilhões, maior valor registrado desde o início da série histórica do Banco Central.

Percebe como hoje em dia a poupança já não é a melhor opção para valorizar seu dinheiro? O mercado financeiro oferece várias alternativas mais vantajosas. Aproveite as oportunidades de fazer seu dinheiro trabalhar por você! Faça como muitos brasileiros e cogite outras possibilidades: se informe, estude o que é melhor para você e cuide melhor do seu dinheiro.

 

Autora: Ana Cláudia Inez. Graduada em Relações Públicas e mestre em Processos Comunicacionais. Integrante da equipe de comunicação da Toro Radar, é responsável pela comunicação e relacionamento da empresa com parceiros em todo o país.


7 comentários sobre “Melhore sua maneira de investir e saia da poupança

  1. Romário Albuquerque disse:

    Realmente a poupança virou um investimento muito diante do panorama nacional. Com uma inflação alta ela se manteve como um investimento seguro porem pouco lucrativo. Procurar outras formas e investimentos bem mais rentáveis . A verdade é que as pessoas tem pouco conhecimento sobre essas modalidades de investimentos e ficam preso a velha poupança.
    Estou montando um blog que trata desse assunto com mias profundidade.
    http://blogdopoupador.blogspot.com.br/

  2. Romário Albuquerque disse:

    Realmente a poupança virou um investimento muito defasado diante do panorama nacional. Com uma inflação alta ela se manteve como um investimento seguro porem pouco lucrativo. Procurar outras formas e investimentos bem mais rentáveis é uma ótima decisão. A verdade é que as pessoas tem pouco conhecimento sobre essas modalidades de investimentos e ficam preso a velha poupança.
    Estou montando um blog que trata desse assunto com mais profundidade.
    http://blogdopoupador.blogspot.com.br/

  3. Geovane Pereira disse:

    Eu estou começando a investir no tesouro direto pois rende mais que a poupança. Se você guardar algum dinheiro todos os meses e no final juntar um montante bacana, vale muito mais a pena ainda investir no tesouro direto e aproveitar os juros compostos.

  4. Carlos Britto disse:

    Tenho planos de comprar um imóvel nos próximos anos e achava que estava juntando dinheiro na poupança. Mas na verdade, estava era perdendo para a inflação.

    Assim como o colega que comentou acima, migrei para o Tesouro Direito em busca de melhores rendimentos e espero conseguir meu objetivo com o menor risco possível.

    Carlos Britto – Editor do
    http://mudardevidaagora.com

  5. Poupança disse:

    É muito bom que grande parte dos brasileiros estejam procurando novas formas de investimento, e assim deixar a poupança de lado. Os que já iniciam no mundo dos investimentos sabem, que a poupança não pode ser considerado opção para rendimento.

    Abraços, Jessica

  6. Silvana disse:

    Infelizmente a poupança não é mais um investimento, a não ser que se tenha um montante muito considerável em depósito. Hoje é imprescindível procurar outras formas de investimento que realmente sejam rentáveis.

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *