Nouvelle Cuisine

Estilo originário da França inspirou a cozinha que prima pela frescura e leveza de sabor nos pratos

Na década de 1970, surgiu uma nova forma de consumir comida. Os cozinheiros franceses optaram por diminuir gorduras e destacar o sabor natural dos alimentos. A revolução gastronômica foi denominada Nouvelle Cuisine.

Na época, os cozinheiros diminuíram o tempo de cozimento dos alimentos e fizeram porções menores. As refeições em geral ficaram mais leves, com menos açúcar, sal e calorias. Além disso, passou-se a utilizar menos gordura, molhos carregados e massas grossas, e os vegetais, mais frescos, passaram a ser mais valorizados.

Um dos principais objetivos da Nouvelle Cuisine é praticar o sentido do paladar. O chef adepto do movimento precisa produzir refeições com mistura de cheiros, texturas e sabores e ainda harmonizar esteticamente o prato. Ou seja, o consumo de alimentos com os cinco sentidos começou a ser popularizado.

A mudança causou tanto impacto que permanece até os dias atuais. A cozinha francesa é uma das mais tradicionais e reconhecidas do mundo. O movimento teve grande responsabilidade nesse processo, contribuindo definitivamente para a estética e valores nutricionais da gastronomia moderna.

Nesses 40 anos, a essência permaneceu, mas se atualizou. Hoje, mais do que nunca, a cozinha natural e saudável é priorizada.

Algumas receitas típicas francesas são valorizadas em muitas culturas, inclusive a brasileira. Vários alimentos foram incorporados no cardápio de nosso país, como o famoso ratatouille, que tem o conceito de comida simples, leve e fresca. Pode ser incorporado a diversas refeições: como acompanhamento de pães e em sopas de diferentes sabores.

 

Confira a receita:

Coloque azeite de oliva em uma panela, a fogo baixo, e os legumes em camadas: berinjela, abobrinha, tomates, salsinha e alho picado. Pronto. Incorpore em outros pratos ou sirva como entrada.


Um comentário sobre “Nouvelle Cuisine

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *