Patentes

A UP destaca-se pela infraestrutura de seus laboratórios e pelo contínuo investimento em pesquisa. Os registros de patentes são reflexos da visão da instituição, que propicia à sociedade pesquisa de excelência e, ao mercado, inovação tecnológica.
 
Confira os pedidos de patente registrados para a Universidade Positivo.

Processo de Produção de Massa Acidificada e Fermentada para Biscoitos e Crackers

Desenvolvimento: Mestrado Profissional em Biotecnologia
Titularidade: Universidade Positivo e A.C. Comercial Importadora e Exportadora Ltda.
Contato: 3317-3571
Número: BR10201201260600
Data de depósito: 25/05/2012
Essa pesquisa propõe o uso de bactérias lácticas selecionadas como agentes de fermentação dos biscoitos, aprimorando a qualidade final do produto e reduzindo o tempo e os custos de produção. Atualmente, a fermentação da massa dos biscoitos é feita a partir de leveduras, um processo cujo resultado é um produto quebradiço e de textura, aparência e sabor inferiores. A substituição das leveduras pelas bactérias reduz a incidência da quebra, que gera desperdício no pacote.

Bioconservante para uso em alimentos e seu processo de produção

Desenvolvimento: Mestrado Profissional em Biotecnologia
Titularidade: Universidade Positivo e IMCOPA - Importação, Exportação e Indústria de Óleos S.A.
Contato: 3317-3571
Número: BR1020120133911
Data de depósito: 04/06/2012
O bioconservante apresenta efeito antibiótico natural contra bactérias patogênicas, evitando, por exemplo, o crescimento de Salmonella, Clostridium perfringens e Escherichia coli, que causam diarreia e outros problemas de saúde humana e animal. Testado em diversas formulações de alimentos, o produto apresenta resultados equivalentes aos conservantes químicos, mas com custos mais baixos e a vantagem de não induzir a resistência bacteriana, um efeito negativo que pode ocorrer a partir do consumo das substâncias atualmente utilizadas na preservação dos alimentos.

Composição com propriedades cicatrizantes, anti-inflamatíorias e antibióticas para tratamento dentário

Desenvolvimento: Mestrado Profissional em Odontologia Clínica
Titularidade: Universidade Positivo
Contato: 3317-3571
Número: BR1020120285096
Data de depósito: 07/11/2012
O novo produto tem base fitoterápica e, de acordo com os testes, vem demostrando a tendência de promover uma cicatrização mais rápida em intervenções dentárias, como tratamentos de canal, por exemplo. Até o fim de 2013 ou início de 2014, a equipe deve concluir os testes de indução de tratamento de infecções dentárias e chegar ao desenvolvimento final do produto. Apenas após esse período será possível determinar todas as propriedades do novo composto, assim como estabelecer suas vantagens sobre os produtos utilizados atualmente. Embora a pesquisa concentre-se em tratamentos odontológicos, existe a possibilidade de que a invenção também possa ser aplicada em outras áreas da saúde.

Biomateriais para enxertia óssea e processo para sua obtenção

Desenvolvimento: Mestrado Profissional em Odontologia Clínica e Mestrado Profissional em Biotecnologia
Titularidade: Universidade Positivo
Contato: 3317-3571
Número: BR1020130060022
Data de depósito: 14/03/2014
Titularidade: Universidade Positivo
A presente invenção trata da confecção de biomateriais para enxertia óssea, incluindo o tratamento de defeitos ósseos críticos  de qualquer parte do esqueleto humano, a partir de extratos do mexilhão Perna perna combinados com outros elementos que atuam como arcabouço para a proliferação celular e manutenção de volume durante o processo de reparo ósseo. A utilização de resíduos do mexilhão faz com que este novo material, de alto valor agregado, possa ser obtido a partir de uma matéria-prima de custo reduzido.